quinta-feira, 10 de julho de 2014

#19 - Que time é esse? - Clube Atlético Paulistinha (Grupo verde)

(Devido problemas na internet, o Portal não conseguiu postar a matéria do Paulistinha no dia prometido. Pedimos desculpas pelo problema.)

O último time do grupo verde foi fundado no dia 3 de agosto de 1958 mas só foi efetivado no dia 14 de fevereiro de 1960, suas cores são vermelho, preto e branco, seu escudo tinha um desenho do tio patinhas, mas a Disney exigiu a retirada do mesmo alegando uso não autorizada do desenho, o clube passou mais de 50 anos trabalhando nas categorias de base, só teve duas participações no profissional, sendo que na última o time ficou perto de subir para à Série A-3. O time de hoje é o Clube Atlético Paulistinha, da cidade de São Carlos/SP (250 km de distância da Capital).


História

O Clube Atlético Paulistinha foi fundado em 3 de agosto de 1958, Marivaldo Carlos Degan, o idealizador, oficializou a fundação do Clube em 14 de fevereiro de 1960, no período inicial a modalidade adotada foi o futebol de salão e somente após Marivaldo Degan ter se formado em história e exercer a profissão que teve a ideia de trazer o futebol de campo.

Desde a sua fundação, o CA Paulistinha foi um clube que sempre dedicou suas atividades às categorias de base, incentivando os jovens a se dedicar ao esporte e trabalhando na formação de novos talentos para o futebol. Em sua história, o CAP conquistou diversos títulos nas bases, como pequenos torneios regionais e municipais até torneios internacionais. Foi graças a esse empenho que, em 1978, o time fez sua primeira viagem internacional para a Noruega, sagrando-se campeão mundial. Depois disso, vieram Itália, Estados Unidos, Suécia, Dinamarca, França, Polônia, Alemanha, Argentina, Peru, Paraguai, Chile, Japão e Coreia, com a qual foi feito um intercâmbio com o clube, que durou até 2006, em que meninos do país ficavam alojados aprendendo a arte do futebol. Em seus 56 anos de existência, o Paulistinha foi celeiro e revelou nomes como Serginho Dourado e Diego (Santos), Tagliadela e Edgar (Portugal), Fábio Aurélio (seleção brasileira), só para citar alguns.

Para melhor atendimento das crianças e jovens que sonhavam ser jogadores de futebol era necessário um espaço próprio, ou seja, uma sede, mas para isso Degan contou com a ajuda de  Ary Pinto das Neves, Roberto Carlos Martinez, Luiz Jorge, Dilermando Siqueira, Mauro Cerri, Alberto Engelbrecht, Marcelo Denari, Octávio Pinça, Horácio Souza, José Ruggiero, Elza Rinaldi, José Fernando Porto, Lucivaldo Menegatti e Kleber Mendonça, adquiriu a área onde hoje funciona o Clube. Essa área é o famoso "Recanto do Tio Patinhas", onde se concentram às atividades do Paulistinha, muito frequentada por garotos jovens. Ela é localizada na Rodovia Washington Luiz, km 235, ao lado da UFSCar.

Marivaldo Carlos Degan dirigiu o clube por muitos anos, por isso tornou-se um "ícone" na história do futebol infanto-juvenil na cidade, respeitado nacional e internacionalmente conquistou muitos títulos em todas as categorias por vários países, mas teve seu sonho interrompido por um enfarte em março de 2003.

O sonho de Degan teve continuidade com Sebastião Ari Micochero, que buscou manter o clube em funcionamento. Jorge Chohfi esteve presidente por um período em 2009 em substituição a José Eduardo Casemiro que retornou como presidente. A partir de novembro de 2009 assumiu a presidência o Sr. Antonio Wilson Araújo Junior que estava vice-presidente até nova eleição. Em janeiro 2010 assumiu o atual presidente Vilmar Rodrigues que buscou desde então reestruturar o Clube proporcionando a comunidade de São Carlos um ambiente de esporte e lazer, pois o que está em jogo não é apenas uma partida de futebol, mas sim a formação humana e física de dezenas de crianças e jovens.

A história do Paulistinha no futebol profissional se iniciou apenas em 2010, na participação da Segunda Divisão daquele ano. Sua estreia foi com o pé-esquerdo: Goleada por 5 a 0 para a Inter de Bebedouro, em Bebedouro. Em sua primeira aparição no profissional, o CAP realizou uma campanha ruim, vencendo apenas um jogo (3 a 2 sobre a Matonense fora de casa), empatando três jogos e perdendo os outros oito jogos, sendo seis goleadas.

Em 2013, veio a segunda participação do Paulistinha na Segunda Divisão, e dessa vez ele não decepcionou. Bem diferente de 2010, o Tio Patinhas realizou uma boa campanha no campeonato, a sua melhor até o momento no profissional, superando clubes tradicionais como XV de Jaú, Araçatuba e Olímpia. O CAP chegou até a 4ª fase, caindo em um grupo difícil com Atibaia, Matonense e Tupã, não resistindo e sendo eliminado na última colocação, mas não apagando a campanha surpreendente.


O momento mais inusitado da história do Paulistinha envolve o seu escudo: O tradicional escudo do CAP possui o desenho do Tio Patinhas, mascote do clube. Porém, a Disney entrou com um pedido para que o clube retirasse o desenho no escudo, alegando o uso dele sem os direitos autorais. Com isso, o atual escudo do Paulistinha não possui o desenho do Tio Patinhas.

Fonte: Site oficial.

Motivo da não-participação

Assim como muitos clubes do interior, o que pegou no Paulistinha foi a crise financeira, uma vez que no profissional ano passado, a folha salarial do clube foi de apenas 15 mil reais. Sem investidores para ajudar, o CAP acabou desistindo de jogar a Segundona esse ano.

Atualidade

O Paulistinha está de fora de qualquer torneio organizado pela FPF em 2014. Isso porque, o clube rejeitou o convite de disputar o Sub-20 da 2ª Divisão no 2° semestre, e ele não se inscreveu no sub-11, 13, 15 e 17 anteriormente. Mesmo fora de torneios oficiais da FPF, o CAP mantém a escolinha de futebol para crianças de até 13 anos ativas, com o sub-9, 11 e 13 treinando e se preparando para futuros campeonatos que serão disputados nesse 2° semestre. Sobre o profissional, o clube entra novamente se encontrar algum parceiro ou investidor que colaborar com a parte financeira do time.

0 comentários:

Postar um comentário