quinta-feira, 25 de setembro de 2014

Especial 4ª fase - Atibaia

Agora chegou a vez dos torcedores fanáticos Bruno Sabadini, Kaue Silva e Mario Gonçalves descreverem com mais detalhes a campanha do Sport Club Atibaia na Segundona de 2014.



Portal (Giovanni) - Atibaia na 4ª fase, qual seu sentimento com esse feito?

Bruno - Acho que já era pra estar acostumado, afinal é a 3º vez que o Atibaia chega, mas essa é mais especial, porque ano passado ficamos novamente a 3 pontos do acesso, e porque a uma semana atrás estávamos eliminados, e em menos de uma semana, lutamos, e conseguimos nos classificar. Se bem que ano passado foi difícil também, lá em Santos. É um sentimento de muita felicidade, que dá vontade de sair gritando pra cidade inteira – AQUI É ATIBAIA!

Kaue - Cara, sinceramente não esperava que chegaríamos. Deixaram chegar. É a hora de crescer. Não temos nada ganho, então o sentimento é de expectativa para os próximos 6 jogos. Com o tempo, acompanhando aprendemos que cada passo se dá de uma vez.

Mario - Estou muito feliz com o feito, e torço para o Sport Club Atibaia consiga o inédito acesso.


Atibaia 1 x 0 Manthiqueira - Terceira Fase (Facebook)
Portal (Giovanni) - Qual jogo mais marcante para você até o momento dessa temporada do clube?
Bruno - Não tem como não ser o clássico né. O Nacional venceu aqui por 1x0. Não merecíamos ter perdido aquele jogo, jogamos muito melhor. No meio da semana falaram muito, tiraram sarro, e diziam que no Nicolau é BLAU BLAU. Ai veio aquele Nacional x Atibaia, lá na barra funda, no dia 09/08, as 15:00h. Nunca havíamos ganhado um ponto se quer de lá, e uma derrota nos eliminava! A Guerreiros invadiu o Nicolau, cantamos, incentivamos, e ganhamos de 2x0, sofrido, do jeito que tem de ser Atibaia.

Kaue - Com certeza o de domingo, ganhar do Manthiqueira, sendo esse o único resultado que nos classificaria, depois de toda "zica" que se aloja no Salvador Russani, absolutamente tem tudo pra ser o jogo do acesso.

Mario - O jogo desse último Domingo (21/09) Atibaia 1x0 Manthiqueira, o Atibaia precisava da vitória para se classificar para quarta fase e veio com gol do atacante Henrique Coelho.


Nacional 0 x 2 Atibaia - Segunda Fase (Facebook)
Portal (Giovanni) - Essa é a terceira vez que o clube chega na 4ª fase, igualando 2007 e 2013, onde nas duas anteriores o sonho do acesso ficou no quase. Você vê alguma diferença do elenco desse ano em relação a esses anos?
Bruno - Eu não entendo como o time de 2007 não subiu sinceramente, tínhamos HERNANE, um elenco de qualidade, mas não era os 11 com qualidade, e também não existia a torcida que tem hoje. Em 2013, tínhamos 11 em campo com qualidade e uns dois no banco com potencial de entrar em campo e mudar algo. Porém faltou experiência por parte do técnico e também dos jogadores. Já esse ano temos 11 jogadores mais 6 no banco com qualidade, sendo que grande maioria é remanescente do time do ano passado, por tanto tem experiência. O técnico parece ter mais qualidade, e aprendemos com os erros do ano passado.

Kaue - Vejo algumas semelhanças e algumas diferenças.
Aquele time de 2007 tinha muita entrega, e dois atacantes acima da média, Hernane (Brocador) e João Paulo (Atualmente no Juventus da Mooca)
O time do ano passado era um time muito técnico, era time pra subir. Tinha novamente um ataque bom, Gaúcho voando
O time deste ano, é um mix desses dois times, quando se entrega, acabamos nos dando bem, quando entra no clima chato de "já ganhou", costuma sofrer. E o Gaúcho continua fazendo gols. Entretanto, esse ano, creio que o destaque seja o volante/meia Paraíba, vem voando no meio de campo.

Mario - Nas 3 oportunidades o time do Sport Club Atibaia tinha um ótimo elenco, alguns jogadores do ano passado permaneceram no clube, isso mostra o foco do tão sonhado acesso.


Elenco de 2007 (Jogos Perdidos)
Portal (Giovanni) - Dos integrantes da 4ª fase, o Falcão é o único que nunca chegou na Série A-3. Você acha que essa é a hora?
Bruno - Passou da hora! O Atibaia tem estrutura e jogadores de nível A3, e a torcida também. Passou da hora de subirmos, até porque é a 3º vez que chegamos na quarta fase.

Kaue - Não sabia desse dado, interessante. Quem sabe? Classificou-se para chegar, tá com cara de acesso, mas precisa jogar a vida em todos jogos, 4ª fase não tem mais time bobo. Se os outros já foram e voltaram, é a nossa vez de ir - e não voltar - (risos).

Mario - Mais do que na hora, chegamos 3 vezes perto do acesso.

Portal (Giovanni) - O apoio da torcida está sendo essencial ao Atibaia?

Bruno - Eu sou da Torcida Organizada, a Guerreiros do Falcão, e posso lhe dizer que sim, faz todo diferencial. O estádio é pequeno, então 30 pessoas cantando parece um Pacaembu lotado. Isso incentiva muito, põe pressão no adversário e incentiva os atletas. Aqui não tem negócio de dar bicho pra jogador como uma torcida fazia, aqui tem emoção, cantoria os 90 minutos, isso sim é diferencial.

Kaue - Não obstante os problemas que já existiram entre alguns atletas e alguns torcedores, todos que vem a Atibaia elogiam a postura da torcida, de cantar apoiar o jogo todo. Tem seus defeitos, óbvio, mas creio que o fator torcida pode ser um diferencial. Fazer valer o mando é determinante para o acesso.

Mario - A torcida do Falcão é muito apaixonada e muito fiel ao clube, aonde o Atibaia vai jogar a torcida está lá para apoiar até o fim, isso é muito importante para o time esse apoio da torcida.


Torcida Guerreiros do Falcão (Facebook)
Portal (Giovanni) - Muitos clubes da divisão ficam devendo boa participação devido a falta de ajuda de patrocínios ou empresários. O Atibaia está tendo alguma ajuda para realizar essa boa campanha?
Bruno - Estamos à mercê de nós mesmos. Aqui quem não é Atibaia é contra atibaiense. A cidade em si está nem ai pro time. Eu digo e repito, quem torce pro Atibaia é verdadeiro. Ninguém dá uma ajuda seja um pãozinho pro café ou arrumar o estádio pra série A3.

Kaue - Até onde eu sei, aqui o time é tocado principalmente pelo presidente Neno, que tem uma empresa em Bragança Paulista, cidade vizinha. Além dele, se tem apoios pontuais, mas o grosso da coisa, é bancado por ele. Assim como nas categorias de base, a AFA banca tudo. Penso que quando esses dois órgãos estiverem em perfeita sintonia, revelaremos (o nosso sub 15 é muito bom) e teremos um time forte no profissional.

Portal (Giovanni) - Nas três fases disputadas, o Atibaia não teve nenhum empate, ou seja, ou venceu ou perdeu a partida. Como você analisa isso?

Bruno - É complicado analisar. Pro torcedor que gosta de ver futebol, ver jogo do Atibaia é a melhor opção. O time é muito técnico, e joga sempre para vencer. Como torcedor do Atibaia eu acho péssimo. Ano passado se nós empatássemos com Tupã estaríamos na A3. Espero que o time reveja o conceito, sem perder o jeito técnico de jogar, com qualidade.

Kaue - Analiso como não sendo nem Tite nem o Mano como nosso treinador (risos). Levo comigo uma famosa frase do profexô Luxemburgo "o medo de perder, tira a vontade de vencer", penso que é preferível um time que arrisque buscando a vitória e perca, do que se acomode com o empate.

Mario - Todas as partida o Atibaia sempre buscou a vitória, vem sempre fazendo boas partidas.


União Mogi 0 x 1 Atibaia - Primeira Fase (Facebook)
Portal (Giovanni) - Nesse ano, nas três fases, o Falcão estreou com derrota (2 a 1 para o União Mogi na 1ª fase / 3 a 1 para o União São João na 2ª fase / 2 a 1 para o Manthiqueira na 3ª fase). Você teme que na 4ª fase isso se repita e não tenha tempo para a recuperação?
Bruno - Não sei, ano passado na 4º fase vencemos o Paulistinha e a Matonense nas 2 primeiras rodadas, abrimos 4 pontos de diferença pro 2º colocado, e todo mundo já falava, vamos subir, e ai perdemos os três últimos jogos e ficamos onde estamos agora. O importante é fazer 10 pontos, isso que nos importa.

Kaue - Praticamente um tabu hein? Tabus estão aí pra ser quebrados. Mas pelo outro lado da coisa, toda vez que começamos uma fase perdendo, passamos dela. Se perder a estreia na última fase significar o acesso, que assim seja!

Mario - Creio que a vitória é muito importante para o início desta fase, ainda mais nessa quarta fase.

Portal (Giovanni) - Na última partida, o Fernando Gaúcho se tornou o maior artilheiro da história do Falcão. Ele pode ser considerado "o cara" preparado para levar o clube ao acesso?

Bruno - Gaúcho já subiu Guarani, tem experiência em várias equipes, e acredito sim que ele possa nos levar ao acesso.

Kaue - Uma coisa bacana, ele virar o maior artilheiro, ele tem estrela. É acostumado a subir times. Novamente, penso que o cara do time é o volante/meia Paraíba. É o pulmão e o coração do time. Claro, sem tirar o mérito do Gaúcho, que assim como Alex(este ainda está devendo esse ano), Gilsinho, Rodrigo, Kaue, Baião vem comandando o Falcão até aqui.
PS: Paraíba foi um dos caras mais criticados aqui, por erros passados, mas eu sou um dos que faz meia culpa para ele, este ano está comendo a bola, se entregando em campo, se subir, com toda certeza, será o cara do acesso.

Mario - É um jogador muito importante, ano passado ele fez 14 gols e esse ano ele já fez 11 gols, um jogador que não desperdiça oportunidade de balançar as redes.


Atibaia 4 x 0 Assisense - Segunda Fase (Facebook)
Portal (Giovanni) - Qual o principal fator para que o clube chegasse até aqui?
Bruno - São vários fatores. A torcida tem grande papel importante. Não é fácil perdeu dois acessos e continuar com mais vibração ainda, e nós mantivemos essa vibração. Outro fator foi a diretoria que corrigiu os erros e investiu forte novamente. E o mais importante foram os jogadores, que lutaram e correram até o fim.

Kaue - Um pouco de tudo, né? Sorte, futebol, entrega, "porque tinha que ser". Algumas vezes, achei que não merecia chegar, mas cara, você tá na arquibancada, vê gente que assim como você tá desde o começo, vê aquele pessoal que já não aguenta mais chegar e bater na trave... Não aguentava mais ver o time cair jogando em casa e esse paradigma acabou. Penso que agora mais do que nunca, a união torcida jogadores deve se fortalecer, e que a diretoria interfira o menos possível.

Mario - É um time que mescla experiência e juventude, tem um ótimo ataque e uma forte defesa, que mostra raça dentro de campo.

Portal (Giovanni) - Pensando na Segundona: Você mudaria em alguma coisa no campeonato para o ano que vem?

Bruno - Esse campeonato é o mais difícil do mundo e o mais disputado. Você pode ter a melhor equipe, mas tem que passar por 4 fases, onde se classificam dois, e pode acontecer que em um grupo, caiam 4 favoritos ao acesso. Eu gosto assim, é emoção até o fim, e então não mudaria nada.

Kaue - Questionar a bezinha é complicado. É folclórica, de imediato, não consigo pensar em algo que fosse fazer uma diferença pra bezinha deste para o próximo ano. Somente os estádios. A Federação faz o pedido de número mínimo de lugares. É incabível! Pedem 5mil e a maioria massante não coloca nada nem perto disso - em número reais e em números divulgados - seria muito mais produtivo se cobrasse qualidade nos serviços e não quantidade. Por fim, que se as autoridades organizadoras não atrapalharem o campeonato, já ajudaria muito!

Mario - Não mudaria, gosto do regulamento da competição que é emoção até o fim.

Portal (Giovanni) - Para finalizar, uma pergunta simples mas que exige sinceridade: Você acredita no acesso do Atibaia?

Bruno - Claro que sim, porque não? Uma vez Andres Sánchez disse que um dia o Corinthians seria campeão da Libertadores se continuasse disputando seguidamente o torneio. Eles têm experiência de outras divisões, mas só a camisa, a sua tradição. O Atibaia além de ter isso, tradição e experiência da 4º fase, mais da metade do elenco jogou e disputou o acesso ano passado, e ficou a três pontos, ou se analisarmos friamente a tabela, um empate do acesso. Acredito que somos favoritos, mas vamos levar com muita Raça, muita Humildade e muita união. Caímos no grupo mais difícil, embora muitos falem que não. Pra mim fator torcida faz toda a diferença, e nesse grupo os 4 times tem torcidas que fazem a diferença, do outro lado, não existe pressão.

Kaue - Acredito! Temos 2 vagas e 4 times por grupo, e o Atibaia é um deles. Se nós não acreditarmos, quem acreditará? Chegamos em 2007 e 2013 como favoritos, penso que este ano a história é um pouco diferente, mas mesmo assim o Atibaia não deve nada a ninguém, chegou a hora de continuar com o coração na ponta da chuteira, de cantar forte, de correr por aquela bola que já está perdida, que puxar o fôlego daquela voz já cansada, chegou a hora do acesso. #VoaFalcão!

Mario - Eu Acredito no acesso, mostrou muita garra até aqui e tem todos os méritos para conseguir o acesso.


Agradecemos a participação dos torcedores na entrevista. O Portal da Segundona deseja boa sorte para o Falcão na luta pelo acesso.

0 comentários:

Postar um comentário