sábado, 30 de maio de 2015

#41 - Que time é esse? - União Esportiva Funilense

O time de hoje foi fundado em 1° de novembro de 1933, suas cores são preto e branco, sua história está interligada a uma Usina, ao todo apareceu no profissional 10 vezes, tendo uma campanha marcante durante esse período, e em seu histórico possui mais vitórias do que derrotas. Hoje falaremos da União Esportiva Funilense, da cidade de Cosmópolis/SP (141km de distância da Capital).

História

A União Esportiva Funilense é uma agremiação da cidade de Cosmópolis(SP). O clube foi Fundado no dia 1º de novembro de  1933 como Associação Desportiva e Musical Usina Ester, uma vez que pertencia à Usina Ester, localizada na cidade.

Funilense campeã da Zona Funilense de 1952 (As mil camisas)
Foi originado de três outros times que costumavam se enfrentar na Usina. Posteriormente, passou a se chamar União Funilense de Esportes e, finalmente, União Esportiva Funilense. A sua Sede fica localizada no Bairro da Usina Ester. O seu Estádio é o Dr. Sergio L. C. Nogueira com capacidade para 700 pessoas. Acredite se quiser, mas o estádio é próprio.

Funilense de 79 (As mil camisas)
O nome Funilense surgiu pela história da cidade sede do time. Em 1892 o então presidente da câmara municipal de Campinas, José Paulino Nogueira autorizava o município a construir uma estrada de ferro para o escoamento da produção agrícola em uma região conhecida por Funil. Assim nascia a "Carril Agrícola Funilense" e um povoado em volta da Estação Funilense.

No início, o time passou a disputar os torneios da Zona Funilense, nome que vinha da vocação industrial da região. O clube jogou profissionalmente de 1978 até 1987, alternando entre as divisões menores do Campeontato Paulista.

Funilense de 1980 (As mil camisas)
Foram 10 participações consecutivas, duas na Quinta Divisão (atualmente extinta), em 1978 e 1979, e oito na Terceira Divisão (atual A3), de 1980 até 1987. A equipe sempre teve desempenhos medianos e, somente em 1982, o time fez uma campanha memorável.

Naquele ano, a Funilense foi vice-campeã da competição, chegando no quadrangular final junto com Barra Bonita (que foi a Campeã), José Bonifácio e Palmeirinha (ambos na Segundona desse ano). O time não conquistou o acesso para a Segunda Divisão (atual A2) pois somente o campeão tinha esse direito.

Funilense de 82 (As mil camisas)
Durante esses anos de profissionalismo, a Funilense disputou um total de 240 partidas. Somou 94 vitórias, 66 empates e 80 derrotas. O time anotou 335 gols e sofreu 289, tendo um saldo de gols positivo de 46 gols.

A maior goleada feita pelo time foi no dia 2 de agosto de 1981, quando venceu o EC Corintians de Casa Branca por 7 a 0, fora de casa. Já a maior derrota aconteceu em 4 de junho de 1978, um revés de 7 a 2, também fora de casa, contra o União Possense F.C.

Visão do estádio (As mil camisas)

Na época que esteve presente no profissional, tivemos o aparecimento de diversos clubes disputando a Terceira Divisão do Paulista, sendo que em 1986 chegamos a incríveis 77 participantes na divisão. A Funilense fez jogos bem alternativos contra Estrela de Porto Feliz, Ararense, União Iracemapolense, União Bom Retiro, Guarani Saltense e Itapira AC.

Depois da sua participação em 1987, o clube nunca mais voltou ao futebol  profissional, mas sempre continuou com suas atividades esportivas nas disputas amadoras.

Atualidade

Hoje, o clube segue na ativa, mas a situação financeira da UEF dificulta pensar em algo maior para o futuro. Tem sido duro para participarem do campeonato amador da cidade, quanto mais pensar no profisisonal. Já seu estádio segue até que ajeitadinho, mas ainda pequeno. Houve boatos que iam demolí-lo, mas nada foi concretizado até onde sabemos. Uma pena saber que o clube não deve voltar para o profissional tão cedo, mas ficamos aliviados em saber que ainda estão na ativa.

Faixada do estádio (As mil camisas)

Créditos para o site As mil camisas e aos Jogos Perdidos pelas imagens e informações do clube.

0 comentários:

Postar um comentário