quinta-feira, 9 de julho de 2015

E se São Paulo fosse um país? (Parte I)

Quem gosta de acompanhar o futebol paulista já deve ter se perguntado alguma vez "Como seria o futebol paulista se São Paulo fosse um país?". Ainda mais nessa crise geral no futebol brasileiro, normal vermos esse questionamento pelos torcedores e simpatizantes dos clubes paulistas. Até houve um debate nas redes sociais com alguns torcedores sobre esse assunto, e o resultado final foram boas ideias e aquela vontade leve de querer ver na prática como tudo funcionaria.Com a mesma dúvida, e no dia 09 de julho, data do início da Revolução Constitucional de 32, o Portal da Segundona Paulista resolveu "mergulhar" de uma vez na imaginação e trazer uma base da "Liga Paulista de Futebol".
Hoje, vamos tratar sobre os clubes e formato de liga. Amanhã vamos tentar elaborar uma "Seleção Paulista".

Antes de começar a matéria, vamos deixar claro que essa matéria não tem intenção de levantar nenhuma bandeira separatistas ou de se posicionar a favor ou contra a qualquer partido ou movimento político. Nessa matéria, como em todo o Portal, o único assunto que trataremos aqui será o futebol. Se você não concorda com a ideia, apenas ignore a matéria e não leve a sério. Apenas para lembrar: Tudo isso é fictício.

Quem acompanha páginas do facebook como Orgulho de ser Paulista e Tudo por São Paulo 1932, já devem ter visto diversos mapas da "República de São Paulo" que unificam ao território paulista o sul do Mato Grosso do Sul e o Norte do Paraná, por exemplo. Mas aqui na matéria, vamos tratar apenas o território paulista, sem anexar terras de outros estados.

Vamos dividir São Paulo em mesorregiões, como se fossem os estados do país:

Estado 01
Capital: São José do Rio Preto
População: 1.569.220 Habitantes
PIB: 26.791.712.000,00.
Municípios: 109
(Adolfo, Altair, Álvares Florence, Américo de Campos, Aparecida d'Oeste, Ariranha, Aspásia, Auriflama, Bady Bassitt, Bálsamo, Cajobi, Cardoso, Catanduva, Catiguá, Cedral, Cosmorama, Dirce Reis, Dolcinópolis, Elisiário, Embaúba, Estrela d'Oeste, Fernandópolis, Floreal, Gastão Vidigal, General Salgado, Guapiaçu, Guaraci, Guarani d'Oeste, Guzolândia, Ibirá, Icém, Indiaporã, Ipiguá, Irapuã, Itajobi, Jaci, Jales, José Bonifácio, Macaubal, Macedônia, Magda, Marapoama, Marinópolis, Mendonça, Meridiano, Mesópolis, Mira Estrela, Mirassol, Mirassolândia, Monções, Monte Aprazível, Neves Paulista, Nhandeara, Nipoã, Nova Aliança, Nova Canaã Paulista, Nova Castilho, Nova Granada, Novais, Nova Luzitânia, Novo Horizonte, Olímpia, Onda Verde, Orindiúva, Ouroeste, Palestina, Palmares Paulista, Palmeira d'Oeste, Paraíso, Paranapuã, Parisi, Paulo de Faria, Pedranópolis, Pindorama, Planalto, Poloni, Pontalinda, Pontes Gestal, Populina, Potirendaba, Riolândia, Rubinéia, Sales, Santa Adélia, Santa Albertina, Santa Clara d'Oeste, Santa Fé do Sul, Santana da Ponte Pensa, Santa Rita d'Oeste, Santa Salete, São Francisco, São João das Duas Pontes, São João de Iracema, São José do Rio Preto, Sebastianópolis do Sul, Severínia, Tabapuã, Tanabi, Três Fronteiras, Turmalina, Ubarana, Uchoa, União Paulista, Urânia, Urupês, Valentim Gentil, Vitória Brasil, Votuporanga e Zacarias).

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: América, Catanduvense, Fernandópolis, José Bonifácio, Mirassol, Novorizontino, Olímpia, Rio Preto, Tanabi e Votuporanguense.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Auriflama, Bálsamo, Cardoso, Jalesense, Monte Aprazível, Nevense, Paulista de Nhandeara, Pindorama, União de Potirendaba, Riolândia, Severínia e Uchôa.

Estado 02
Capital: Ribeirão Preto
População: 2.387.542 Habitantes
PIB: 39.756.796.000,00.
Municípios: 66
(Barretos, Colina, Colômbia, Altinópolis, Batatais, Cajuru, Cássia dos Coqueiros, Santa Cruz da Esperança, Santo Antônio da Alegria, Cristais Paulista, Franca, Itirapuã, Jeriquara, Patrocínio Paulista, Pedregulho, Restinga, Ribeirão Corrente, Rifaina, São José da Bela Vista, Aramina, Buritizal, Guará, Igarapava, Ituverava, Bebedouro, Cândido Rodrigues, Fernando Prestes, Guariba, Jaboticabal, Monte Alto, Monte Azul Paulista, Pirangi, Pitangueiras, Santa Ernestina, Taiaçu, Taiuva, Taquaral, Taquaritinga, Terra Roxa, Viradouro, Vista Alegre do Alto, Barrinha, Brodowski, Cravinhos, Dumont, Guatapará, Jardinópolis, Luís Antônio, Pontal, Pradópolis, Ribeirão Preto, Santa Rita do Passa Quatro, Santa Rosa de Viterbo, São Simão, Serra Azul, Serrana, Sertãozinho, Guaíra, Ipuã, Jaborandi, Miguelópolis, Morro Agudo, Nuporanga, Orlândia, Sales Oliveira e São Joaquim da Barra.)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Barretos, Batatais, Francana, Inter de Bebedouro, Monte Azul, Taquaritinga, Comercial, Botafogo, Sertãozinho, Guariba, Jaboticabal e Olé Brasil.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Altinópolis, Igarapavense, Ituveravense, Cravinhos, Santa Ritense, São Simão, Guairense, Orlândia e Sâo Joaquim FC.

Estado 03
Capital: Araçatuba
População: 695.801 Habitantes
PIB: 11.986.078.000,00.
Municípios: 36
(Andradina, Castilho, Guaraçaí, Ilha Solteira, Itapura, Mirandópolis, Murutinga do Sul, Nova Independência, Pereira Barreto, Sud Mennucci, Suzanápolis, Araçatuba, Bento de Abreu, Guararapes, Lavínia, Rubiácea, Santo Antônio do Aracanguá, Valparaíso, Alto Alegre, Avanhandava, Barbosa, Bilac, Birigui, Braúna, Brejo Alegre, Buritama, Clementina, Coroados, Gabriel Monteiro, Glicério, Lourdes, Luiziânia, Penápolis, Piacatu, Santópolis do Aguapeí e Turiúba.)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Ilha Solteira, Araçatuba, Atletico Araçatuba, Bandeirante e Penapolense.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Andradina, Castilho, XI de Agosto (Pereira Barreto), Guararapes, Val Paraíso e Buritama.

Estado 04
Capital: Bauru
População: 1.450.579 Habitantes
PIB: 13.574.904.135,00.
Municípios: 56
(Agudos, Arealva, Areiópolis, Avaí, Balbinos, Bauru, Borebi, Cabrália Paulista, Duartina, Guarantã, Iacanga, Lençóis Paulista, Lucianópolis, Paulistânia, Pirajuí, Piratininga, Pongaí, Presidente Alves, Reginópolis, Ubirajara, Uru, Anhembi, Bofete, Botucatu, Conchas, Pardinho, Pratânia, São Manuel, Bariri, Barra Bonita, Bocaina, Boracéia, Dois Córregos, Igaraçu do Tietê, Itaju, Itapuí, Jaú, Macatuba, Mineiros do Tietê, Pederneiras, Cafelândia, Getulina, Guaiçara, Guaimbê, Júlio Mesquita, Lins, Promissão e Sabino.)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Noroeste, Flamengo Pirajuí, CAL/Biriri, XV de Jaú e Linense.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Agudos FC, Duartina, Ferroviária de Botucatu, Sãomanuelense, Barra Bonita e Cafelandense.

Estado 05
Capital: Araraquara
População: 800.644 Habitantes
PIB: 11.873.551.400,00.
Municípios: 21
(Américo Brasiliense, Araraquara, Boa Esperança do Sul, Borborema, Dobrada, Gavião Peixoto, Ibitinga, Itápolis, Matão, Motuca, Nova Europa, Rincão, Santa Lúcia, Tabatinga, Trabiju, Analândia, Descalvado, Dourado, Ibaté, Ribeirão Bonito e São Carlos)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Americo, Ferroviária, Oeste, Matonense, São Carlos e Paulistinha.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Rio Branco de Ibitinga, Descalvadense e Grêmio Sãocarlense.

Estado 06
Capital: Piracicaba
População: 1.374.215 Habitantes
PIB: 16.264.929.043,00.
Municípios: 26
(Araras, Conchal, Cordeirópolis, Iracemápolis, Leme, Limeira, Santa Cruz da Conceição, Santa Gertrudes, Águas de São Pedro, Capivari, Charqueada, Jumirim, Mombuca, Piracicaba, Rafard, Rio das Pedras, Saltinho, Santa Maria da Serra, São Pedro, Tietê, Brotas, Corumbataí, Ipeúna, Itirapina, Rio Claro e Torrinha)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: União São João, Lemense, Inter de Limeira, Independente de Limeira, Capivariano, XV de Piracicaba, Comercial de Tietê, Velo Clube e Rio Claro.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: União Iracemapolense, Rafard e Riopedrense.

Estado 07
Capital: Campinas
População: 3.783.597 Habitantes
PIB: 73.868.420.000,00.
Municípios: 49
(Águas de Lindóia, Amparo, Lindóia, Monte Alegre do Sul, Pedra Bela, Pinhalzinho, Serra Negra, Socorro, Americana, Campinas, Cosmópolis, Elias Fausto, Holambra, Hortolândia, Indaiatuba, Jaguariúna, Monte Mor, Nova Odessa, Paulínia, Pedreira, Santa Bárbara d'Oeste, Sumaré, Valinhos, Vinhedo, Artur Nogueira, Engenheiro Coelho, Estiva Gerbi, Itapira, Mogi Guaçu, Mogi Mirim, Santo Antônio de Posse,    Aguaí, Pirassununga, Porto Ferreira, Santa Cruz das Palmeiras, Águas da Prata, Caconde, Casa Branca, Divinolândia, Espírito Santo do Pinhal, Itobi, Mococa, Santo Antônio do Jardim, São João da Boa Vista, São José do Rio Pardo, São Sebastião da Grama, Tambaú, Tapiratiba e Vargem Grande do Sul )

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Brasilis, Amparo, Rio Branco, Guarani, Ponte Preta, Red Bull, SEV Hortolândia, Primavera, São Judas Tadeu, Paulínia, Nova Odessa, União Barbarense, Sumaré, Itapirense, Guaçuano, Mogi Mirim, Pirassununguense, Palmeirinha, Ginásio Pinhalense, Radium, Palmeiras de SJBV e Esporte Clube União.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Serra Negra EC, União Funilense, OSAN, Monte Mor, Santa Sofia, Valinhense, Valinhos FC, União Possense, Palmeirense, Riopardense, Operário de Tambaú e Vargeana.

Estado 08
Capital: Presidente Prudente
População: 848.124 Habitantes
PIB: 12.458.586.000,00.
Municípios: 56
(Alfredo Marcondes, Álvares Machado, Anhumas, Caiabu, Caiuá, Emilianópolis, Estrela do Norte, Euclides da Cunha Paulista, Indiana, João Ramalho, Marabá Paulista, Martinópolis, Mirante do Paranapanema, Narandiba, Piquerobi, Pirapozinho, Presidente Bernardes, Presidente Epitácio, Presidente Prudente, Presidente Venceslau, Rancharia, Regente Feijó, Ribeirão dos Índios, Rosana, Sandovalina, Santo Anastácio, Santo Expedito, Taciba, Tarabai, Teodoro Sampaio, Adamantina, Flora Rica, Flórida Paulista, Inúbia Paulista, Irapuru, Lucélia, Mariápolis, Osvaldo Cruz, Pacaembu, Parapuã, Pracinha, Rinópolis, Sagres, Salmourão, Dracena, Junqueirópolis, Monte Castelo, Nova Guataporanga, Ouro Verde, Panorama, Paulicéia, Santa Mercedes, São João do Pau-d'Alho e Tupi Paulista)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Presidente Prudente, Grêmio Prudente, Ranchariense e Osvaldo Cruz.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Beira Rio, Wenceslauense, Adamantina, Guarani de Adamantina, Lucélia e Dracena.

Estado 09
Capital: Marília
População: 451.655 Habitantes
PIB: 3.724.252.166,00.
Municípios: 20
(Arco-Íris, Bastos, Herculândia, Iacri, Queiroz, Quintana, Tupã, Álvaro de Carvalho, Alvinlândia, Echaporã, Fernão, Gália, Garça, Lupércio, Marília, Ocauçu, Oriente, Oscar Bressane, Pompeia e Vera Cruz)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Marília e Tupã.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Gália, Garça FC, Oriente e Vera Cruz.

Estado 10
Capital: Assis
População: 567.858 Habitantes
PIB: 5.503.229.612,00.
Municípios: 35
(Assis, Bernardino de Campos, Borá, Campos Novos Paulista, Cândido Mota, Canitar, Chavantes, Cruzália, Espírito Santo do Turvo, Fartura, Florínea, Ibirarema, Iepê, Ipaussu, Lutécia, Manduri, Maracaí, Nantes, Óleo, Ourinhos, Palmital, Paraguaçu Paulista, Pedrinhas, Paulista, Piraju, Platina, Quatá, Ribeirão do Sul, Salto Grande, Santa Cruz do Rio Pardo, São Pedro do Turvo, Sarutaiá, Taguaí, Tarumã, Tejupá e Timburi.)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Assisense, VOCEM, Paraguaçuense e Santacruzense.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Ferroviária de Assis, DERAC de Assis, Candido otense, Gazeta de Ourinhos, Ourinhense e Palmital.

Estado 11
Capital: Itapetininga
População: 826.910 Habitantes
PIB: 6.692.228.361,00.
Municípios: 36
(Alambari, Angatuba, Apiaí, Barra do Chapéu, Barão de Antonina, Boituva, Bom Sucesso de Itararé, Buri, Campina do Monte Alegre, Capão Bonito, Cerquilho, Cesário Lange, Coronel Macedo, Guapiara, Guareí, Iporanga, Itaberá, Itapetininga, Itapeva, Itapirapuã, Paulista, Itaporanga, Itararé, Itaóca, Laranjal Paulista, Nova Campina, Pereiras, Porangaba, Quadra, Ribeira, Ribeirão Branco, Ribeirão Grande, Riversul, Taquarituba, Taquarivaí, Tatuí e Torre de Pedra.)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Itararé e Elosport.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Angatubense, DERAC de Itapetininga, EC Itapetininga, Laranjalense e XI de Agosto de Tatuí.

Estado 12
Capital: Sorocaba
População: 2.704.020 Habitantes
PIB: 29.862.079.965,00.
Municípios: 36
(Atibaia, Bom Jesus dos Perdões, Bragança Paulista, Itatiba, Jarinu, Joanópolis, Morungaba, Nazaré Paulista, Piracaia, Tuiuti, Vargem, Campo Limpo Paulista, Itupeva, Jundiaí, Louveira, Várzea Paulista, Ibiúna, Piedade, Pilar do Sul, São Miguel Arcanjo, Tapiraí, Alumínio, Araçariguama, Araçoiaba da Serra, Cabreúva, Capela do Alto, Iperó, Itu, Mairinque, Porto Feliz, Salto, Salto de Pirapora, São Roque, Sarapuí, Sorocaba e Votorantim)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Atibaia, Bragantino, Paulista, Ituano, Desportivo Brasil, Guarani Saltense, Paulistano, São Bento, Atletico Sorocaba e Votoraty.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Itatiba, Alumínio e Saltense.

Estado 13
Capital: São José dos Campos
População: 2.258.956 Habitantes
PIB: 52.277.048,679.
Municípios: 39
(Arapeí, Areias, Bananal, São José do Barreiro, Silveiras, Campos do Jordão, Monteiro Lobato, Santo Antônio do Pinhal, São Bento do Sapucaí, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião, Ubatuba, Aparecida, Cachoeira Paulista, Canas, Cruzeiro, Guaratinguetá, Lavrinhas, Lorena, Piquete, Potim, Queluz, Roseira, Cunha, Jambeiro, Lagoinha, Natividade da Serra, Paraibuna, Redenção da Serra, São Luiz do Paraitinga, Caçapava, Igaratá, Jacareí, Pindamonhangaba, Santa Branca, São José dos Campos, Taubaté e Tremembé)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: XV de Caraguatatuba, Guaratinguetá, Manthiqueira, Jacareí, São José, São José dos Campos,     Primeira Camisa e Taubaté.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Aparecida EC, Cruzeiro FC, Hepacaré de Lorena, Estrela de Piquete, Caçapavense, Ferroviária de Pindamonhangaba, Santanense e Corinthians de Taubaté.

Estado 14
Capital: Itanhaém
População: 498.216 Habitantes
PIB: 2.527.622.523,00.
Municípios: 17
(Itanhaém, Itariri, Mongaguá, Pedro de Toledo, Peruíbe, Barra do Turvo, Cajati, Cananeia, Eldorado, Iguape, Ilha Comprida, Jacupiranga, Juquiá, Miracatu, Pariquera-Açu, Registro e Sete Barras.)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Comercial de Regsitro.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: União do Vale e Cananéia.

Estado 15
Capital: São Paulo
População: 20.839.053 Habitantes
PIB: 261.988.223.196,00.
Municípios: 45
(Caieiras, Francisco Morato, Franco da Rocha, Mairiporã, Arujá, Guarulhos, Santa Isabel, Cotia, Embu das Artes, Embu-Guaçu, Itapecerica da Serra, Juquitiba, São Lourenço da Serra, Taboão da Serra, Vargem Grande Paulista, Biritiba Mirim, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Itaquaquecetuba, Mogi das Cruzes, Poá, Salesópolis, Suzano, Barueri, Cajamar, Carapicuíba, Itapevi, Jandira, Osasco, Pirapora do Bom Jesus, Santana de Parnaíba, Bertioga, Cubatão, Guarujá, Praia Grande, Santos, São Vicente, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires, Rio Grande da Serra, Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul e São Paulo)

Quais times hoje filiados a Federação Paulista estariam nesse estado: Guarujá, Força, Flamengo de Guarulhos, Guarulhos, Cotia, Embu Guaçu, Taboão da Serra, Atletico Mogi, União Mogi, ECUS, USAC, Barueri, Gremio Barueri, Itapevi, Audax, Grêmio Osasco, EC Osasco, Osasco FC, Santos, Portuguesa Santista, Jabaquara, São Vicente, Água Santa, CA Diadema, Mauaense, Santo André, São Bernardo, EC São Bernardo, Palestra de São Bernardo, São Caetano, São Paulo, Palmeiras, Corinthians, Portuguesa, Juventus, Nacional e Barcelona Capela.

Quais clubes poderiam voltar ou surgir nesse estado: Caieiras FC, EC Mairiporã, Progresso de Poá, Santana de Parnaíba, Sport Itapecerica e Andreense.

Os clubes citados nos que poderiam voltar apenas servem de exemplo para ilutrar alguns representantes de cada mesorregião que não está filiado a FPF e que poderia voltar ao profissional.

Formato de liga

Antes de mais nada, uma grande diferença da "liga paulista" para o futebol brasileiro atual é a inexistência dos estaduais, pelo fato de nem todas as regiões, se fossem virar estados, comportarem um número regular de participantes para ao menos montar uma 1ª divisão do estadual. E mesmo que todas as regiões tenham bastante clubes, não dá para imaginar estaduais dentro de um território como o de São Paulo. Sendo assim, já ganharíamos uma vantagem no calendário (que falaremos mais abaixo). Com isso, teríamos o campeonato nacional acontecendo o ano inteiro.

O nacional foi baseado de acordo com a quantidade de clubes em atividade em 2015 e nos licenciados, mas ainda filiados a FPF que possuem mais expectativa para um possível retorno e com base em alguns outros campeonatos ao redor do mundo. Foi chegada a seguinte conclusão:

1ª Divisão - 20 clubes, jogos turno e returno com todos contra todos, totalizando 38 jogos no total. Os quatro últimos cairiam para a 2ª Divisão. Os três primeiros colocados ganhariam vaga para a Libertadores da temporada seguinte, e do 4º ao 7º ganhariam vaga para a Sulamericana. Outro lado bom da liga paulista seria suprir a vaga que hoje é do México na Libertadores. Eles tem direito a três vagas para o certame, enquanto o Brasil possui cinco. São Paulo herdaria as três vagas do México e ganharia uma que pertence ao Brasil, totalizando 4 vagas (a outra viria da Copa Paulista). Na Sulamericana, o Brasil possui atualmente oito vagas. Com São Paulo, esse número de vagas poderia ser dividido, ficando quatro vagas para ambos.

2ª Divisão - 20 clubes, jogos turno e returno com todos contra todos, totalizando 38 jogos no total. Os três primeiros subiriam direto para a 1ª Divisão. Do 4º ao 7º colocado disputariam um play-off para definir a última vaga. Os quatro últimos cairiam para a 3ª Divisão.

3ª Divisão - 20 clubes, jogos turno e returno com todos contra todos, totalizando 38 jogos no total. Os três primeiros subiriam direto para a 2ª Divisão. Do 4º ao 7º colocado disputariam um play-off para definir a última vaga. Os quatro últimos cairiam para a 4ª Divisão.

4ª Divisão - 20 clubes, jogos turno e returno com todos contra todos, totalizando 38 jogos no total. Os três primeiros subiriam direto para a 3ª Divisão. Do 4º ao 7º colocado disputariam um play-off para definir a última vaga. Os quatro últimos cairiam para a 5ª Divisão.

5ª Divisão - Sem número exato de participantes, divisão aberta para jogar quem se increvesse para o campeonato. Dependendo do número de participantes, teríamos duas chaves denominadas "Grupo Norte" e "Grupo Sul", com os clubes enfrentando respectivamente os adversários da mesma chave em jogos de turno e returno. O 1º colocado se sagraria o campeão de cada chave e subiria direto para a 4ª Divisão, enquanto do 2º ao 5º seria disputado um play-off para definir a 2ª vaga do grupo sul e grupo norte. Caso o número de participantes aumente, poderia ser criado o "Grupo Centro", se tornando a 3ª chave do campeonato, mas com quase as mesmas regras: O campeão de cada grupo sobe direto para a divisão superior, enquanto dessa vez, os play-offs seriam disputado por todos os 2ºs, 3ºs, 4º e 5º colocados de cada chave para definir a última vaga. Podemos ter seis acessos nesse caso, mas para isso seria necessário a ampliação da 4ª Divisão. Enfim, como estamos apenas descrevendo exemplos, não vamos nos aprofundar perante a isso.

Copa - Você conhece a Copa Paulista no formato de grupo regionalizado na 1ª fase, grupos menores na 2ª fase e mata-mata em seguida. Só que dessa vez, a Copa Paulista seria mata-mata e duraria o ano todo, envolvendo todos os clubes participantes do campeonato nacional da temporada. Essa Copa seria dividida em duas fases: A primeira disputada durante o 1º semestre, onde envolveriam os clubes da 5ª e 4ª Divisão, em forma de "seletivo" até sobrarem quatro vagas. Os quatro melhores da 1ª fase se juntariam aos participantes da 1ª, 2ª e 3ª Divisão, totalizando a 2ª fase com 64 clubes. Essa 2ª fase seria disputada no decorrer do 2º semestre, e se encerraria quase junto das ligas. O campeão ganharia vaga direta para a Libertadores.

E poderia acrescentar uma Supercopa entre o campeão da 1ª Divisão do Paulista e o campeão da Copa Paulista uma semana antes do início da temporada em jogo único e local neutro.

Calendário

Mantendo o calendário anual, os jogos iniciariam no início de fevereiro e se encerraria na primeira semana de novembro. Os jogos do Campeonato Paulista ocorreriam aos finais de semana, apenas teríamos rodada no meio de semana em caso de Copa do Mundo, onde seriam colocadas três ou quatro rodadas no 1º semestre, antes do evento, para não dar atraso ao restante do calendário. Abaixo, tentamos mostrar um exemplo de como seria a liga paulista em 2015. Durante a Copa América e eliminatórias, apenas não teríamos jogos durante os jogos da seleção.

Vermelho: Possíveis datas da Liga
Amarelo: Possíveis data da Copa Paulista
Verde: Possíveis datas dos play-offs

A questão dos jogos no 2º semestre, a Copa Sulamericana acaba atrapalhando de certa forma a decorrência da Copa Paulista. As melhores soluções poderiam ser a transferência do campeonato para o 1º semestre, ao lado da libertadores, ocorrendo ao mesmo tempo, ou fazia os dois torneios continentais durante o ano todo, como é a Champions League e Europa League na Europa, os dois acontecem juntos e durante a temporada toda, não apenas um semestre. Mas como falamos: Isso é apenas uma imaginação nada séria, portanto, são apenas hipóteses.

Quantidade de jogos

Até a quantidade de jogos ajudaria aos clubes. Abaixo, faremos comparações do calendário de dois clubes, um atual do futebol brasileiro e o outro de como seria nesse futebol paulista:

Corinthians em 2015 (Calendário brasileiro)
Jogos no Campeonato Paulista: 17
Jogos no Campeonato Brasileiro: 38
Jogos na Libertadores: 10
Jogos na Copa do Brasil: 8 (caso chegue a final)
Total: De 67 a 73 jogos

Corinthians em 2015 (Calendário fictício)
Jogos no Campeonato Paulista: 38
Jogos na Libertadores: 10
Jogos na Copa Paulista: 12 (caso chegasse até a final)
Total: De 50 a 60 jogos

Nacional em 2015 (Calendário brasileiro)
Jogos no Campeonato Paulista: 19
Jogos na Copa Paulista: 8 se for eliminado na 1ª fase, 14 se for eliminado na 2ª fase e 20 caso chegue a final
Total: De 27 a 39 jogos

Nacional em 2015 (Calendário fictício)
Jogos no Campeonato Paulista: 38 (caso se classificasse e chegasse até a final dos play-offs: 42)
Jogos na Copa Paulista: 12 (caso chegue até a final)
Total: De 40 a 54 jogos

Como pudemos ver, até o calendário seria benéfico aos grandes, que não jogariam tanto, e aos menores, que teriam calendário o ano todo e fariam mais jogos. Se mantendo ativos.

Situação dos clubes

A situação dos clubes melhorariam e muito, principalmente dos clubes do interior. Muitos clubes que tiveram passagem repentina no futebol e acabaram falindo ou que estão focados nos dias de hoje em outras atividades, poderiam estar funcionando. Com a realidade valendo vaga no nacional, e agora para chegar na elite nacional precisaria de no mínimo 4 anos, e não 6 anos (Série A do Brasileiro), como é atualmente. As cidades grandes do interior sem um clube profissional pesaria a ausência, e fatalmente uma hora ou outra seria fundado um clube. Cidades como Tatuí, Ourinhos, Valinhos, Praia Grande, Cubatão, Franco da Rocha e Itaquaquecetuba, por exemplo, logo teriam um clube no profissional.

Futebol paulistano

A Capital Paulista poderia ser bem dividida, e bem mais além de Corinthians, São Paulo e Palmeiras. Se fôssemos levar a sério, Portuguesa, Juventus e Nacional não seriam aqueles clubes simpáticos considerados como "segundo clube do coração do paulistano", e passariam a ser pedras no sapato, manteriam aquele clima de rivalidade que existia no passado. Clubes como Mackenzie, SPAC, Paulistano, Independência, Ordem e Progresso, Americano, Guapira, Estrela da Saúde, Parque da Mooca, Pinheiros e Ypiranga poderiam estar na ativa até hoje, acirrando ainda mais a disputa na Capital. O futebol paulistano parecia até mesmo se assemelhar ao futebol de Londres com a quantidade de clubes, estádios e ótimos jogos.

Desempenho além das fronteiras

Que os grandes manteriam seus títulos da Libertadores e Mundial conquistados, isso não é dúvida para ninguém. Como país, São Paulo iria oferecer mais oportunidades de participação na libertadores aos quatro grandes, assim fazendo com que pudessem se sagrar campeões mais vezes do torneio continental. Não seria espantoso ver algum dos grandes ostentar quatro ou cinco títulos da Libertadores, sendo que no Brasil temos o São Paulo e o Santos com três conquistas. Pelo interior, poderíamos ter outras representações além da Ponte Preta na sulamericana de 2013, quando quase foi campeã. Guarani e Portuguesa seriam os mais cotados para levantar uma libertadores além dos quatro grandes.

Conclusão

Analisando tudo o que foi descrito, chegamos a conclusão que o futebol paulista seria disparado muito mais forte do que é hoje, chegando até mesmo a ser mais forte que o futebol brasileiro. Se hoje temos 90 clubes que disputaram as quatro divisões do paulista, poderíamos ver 110, 120 ou até mesmo 130 clubes ativos. Uma coisa que não mudaria seria o império dos quatro grandes, talvez fossem mais grandes do que são hoje por concorrência menor, mas teríamos um interior forte e que bateria de frente, podendo até mesmo a se sagrar campeão nacional e disputar uma libertadores. As rivalidades pelo interior chegariam a parar cidades e regiões, enquanto na Capital seria algo mais diversificado e não seria tão centrado nos grandes.

Amanhã estaremos postando um especial da "Seleção Paulista de Futebol". Será que São Paulo seria campeão mundial? Será que o Brasil seguiria a ser pentacampeão? E uma Copa do Mundo apenas em São Paulo? Amanhã iremos imaginar a seleção de São Paulo.

Tem alguma sugestão ou pensamento diferente? Fique a vontade para comentar. Todos estão abertos para participar do debate.

13 comentários:

  1. Achei muito interessante o assunto,bacana mesmo.

    ResponderExcluir
  2. No grupo de P.Prudente eu colocaria Tupi Paulista pelo seu histório na 3ª e 2ª nos anos 70 e 80, inclusive superando Lucélia, por exemplo.

    ResponderExcluir
  3. O Gremio Sãocarlense não voltaria a existir, pois o São Carlos "é" o Gremio, que faliu e foi refundado como clube-empresa sobre a alcunha de São Carlos Futebol Limitada

    ResponderExcluir
  4. Ia ser foda ter todo ano Palmeiras, Cúrintia e São Paulo.F.C na libertadores sem sofrimento pra chegar entre os 3 primeiros kkkk

    ResponderExcluir
  5. DERAC - não é de Assis e sim de Itapetininga.

    ResponderExcluir
  6. Essa brincadeira ficaria bem mais interessante se o insípido sistema de pontos corridos fosse substituído no nosso Nacional.. (y)

    ResponderExcluir
  7. O "regional" de Araçatuba teria o CA Penapolense como principal concorrente ao titulo, por seu atual momento, mas tradição e torcida o AEA (Associação Esportiva Araçatuba) ficaria como o mais popular e de maior torcida, e em seguida pela Bandeirantes. E outra, muito legal a matéria, e também acho que os quatros grandes disputaria ainda um torneio com os g13, como um torneio "internacional" tipo "Copa Lusófona Americana".

    ResponderExcluir