sábado, 5 de setembro de 2015

#54 - Que time é esse? - Sociedade Esportiva Sanjoanense

O time da vez foi fundado no dia 01 de julho de 1916, suas cores são vermelho e preto, seu mascote é um tigre, possui ao todo 14 participações no profissional, sendo que na maior parte delas fez boas campanhas, mesmo que não terminou com acesso. Apesar de dividir terreno com outro clube da cidade, os dois nunca se enfrentaram profissionalmente, e possui historia em outras modalidades esportivas. Hoje é o dia da Sociedade Esportiva Sanjoanense, da cidade de São João da Boa Vista/SP (218km de distância da Capital).


História

A Sociedade Esportiva Sanjoanense é um clube fundado na cidade de São João da Boa Vista, no dia 01 de julho de 1916. Suas cores são vermelho e preto, mas usa detalhes brancos em seu uniforme. O clube passou um tempo no profissional defendendo o nome da cidade, chegando a enfrentar clubes importantes como Corinthians, Guarani e Ponte Preta.

Em 1920, os diretores da Sociedade Esportiva Sanjoanense e da Associação Atlética São João, reunidos na sede desta última, concluíram pela fusão dos dois clubes. O argumento dos diretores da Sanjoanense era: "Vocês tem time e não tem campo; nós temos campo e não temos time". E assim, foi feita a fusão, com a definição do nome do novo clube pela manutenção de Sociedade Esportiva Sanjoanense. Da união do patrimônio esportivo com o patrimônio econômico surgiu uma Sociedade Esportiva Sanjoanense mais forte e pujante, que revitalizou o esporte bretão da cidade.

Primeiro elenco do Sanjoanense
Logo após a fusão, o time da Sanjoanense inscreve-se na APEA (Associação Paulista de Esportes Atléticos), entidade máxima do futebol paulista na época. No dia 10 de julho de 1921, os dirigentes da SES trataram de inaugurar o estádio Dr. Oscar de Andrade Nogueira e, na festa inaugural, a equipe convidada a fazer parte dela foi nada mais nada menos que a do Palestra Itália, que posteriormente veio a mudar seu nome para Sociedade Esportiva Palmeiras.

Campeão regional de 1959

O Tigre da Mogiana participou ao todo de 14 edições do Campeonato Paulista, sendo oito delas na atual Série A2 (1947, 1949 - 1952 e 1956 - 1958) e seis na atual Série A3 (1982 e 1984 - 1988), além de aparecer em alguns campeonatos do interior durante os anos 30 e 40. Apesar de dividir território com o Palmeiras FC, nunca houve um confronto entre as duas equipes pelo menos no futebol profissional.

Em 1952, o SES fez uma boa campanha na 1ª fase da Segunda Divisão, e na 2ª fase terminou empatado com o Linense na liderança do grupo, mas perdendo o jogo-extra, permitindo com que o clube de Lins acabasse se sagrando campeão da divisão naquele ano.

1957 em um amistoso contra o São Paulo

No profissional, o Sanjoanense costumava fazer boas aparições, mesmo que não conseguisse o acesso, sempre fazia uma boa campanha, em algumas delas conseguia surpreender e ir longe na competição.

Natação, basquete, vôlei e diversas outras modalidades também foram um destaque a parte ao clube, que nunca ficou restrito apenas ao futebol.

Atualidade

Hoje o clube possui uma bela sede social muito frequentada na cidade, que chega a fazer concorrência com o Palmeiras FC, atua em diversas modalidades, tais como natação, basquete e rugby. No futebol, atuam na área amadora, em disputas regionais e categorias de base. A respeito do futebol profissional, enquanto vimos que o Palmeiras planeja retornar em breve aos gramados, o Sanjoanense já não encontramos notícias tão animadoras quanto essa. O foco atual do clube é a área social, se vier entrar no profissional que tenha a ajuda de parcerias fortes que invistam no futebol. O clube está se preparando para comemorar os 100 anos de existência em 2016, e promete fazer uma enorme festa para comemorar essa data tão especial.

Área do SES, onde vemos as quadras, o campo e as piscinas

Um comentário:

  1. Sou sanjoanense e moro em Andradas. Visitei a página pela primeira vez e deparei com as equipes antigas de futebol. Gostaria de, se possível, receber uma dessas fotos do time em que meu Tio Chiquinho (goleiro) estivesse, só para minha lembrança.
    Desde já agradeço,
    Nelson Anselmo Filho

    ResponderExcluir