domingo, 11 de outubro de 2015

#59 - Que time é esse? - Associação Atlética Portofelicense

Por problemas na internet, o "Que time é esse?" desse feriado foi transferido para esse domingo a noite. Pedimos desculpas para quem esperou no sábado.

Enfim, o time desse feriado foi fundado no dia 25 de janeiro de 1943, suas cores são azul, vermelho e branco, seu mascote é um canário, possui ao todo 18 aparições no profissional, disputando no final dos anos 40 até o final dos anos 60. Suas maiores glórias estão no futebol amador, onde o clube possui uma certa soberania nos torneios municipais, e possui até título de campeão amador nacional. Hoje falaremos da Associação Atlética Portofelicense, da cidade de Porto Feliz/SP (112km de distância da Capital). 

História

A Associação Atlética Portifelicense foi fundada no dia 25 de janeiro de 1943, na cidade de Porto Feliz, interior de São Paulo. Ao todos, o clube possui 18 participações no futebol profissional entre 1948 e 1963, com algumas ausências.

Em sua trajetória, a Associação Atlética Portofelicense sempre participou de todas as atividades para as quais era convidada, e em inúmeras vezes ou por sua própria iniciativa, participava de eventos locais, regionais, estaduais e até mesmo nacionais.

Data desconhecida (facebook)
No ano de 1947 foi criada pela Federação Paulista de Futebol a Segunda Divisão de Profissionais, sendo a Associação Atlética Portofelicense convidada para dela fazer parte como fundadora. De 1948 a 1950, o Portofelicense disputou a Segunda Divisão do Campeonato Paulista, enfrentando clubes tradicionais nos dias de hoje como Paulista de Jundiaí, Guarani, Ponte Preta, Bragantino e Taubaté. Nas três participações, o clube não conseguiu fazer um bom papel e ficou no meio da classificação.
O time de Porto Feliz deu uma pausa no futebol durante três anos (1951 - 1953), voltando em 1954 para disputar a Terceira Divisão, onde esteve até 1959. No ano seguinte, jogou a Quarta Divisão durante 4 temporadas, retornando a Terceirona em 1964. O Portofelicense fez sua última aparição no profissional em 1968, na mesma Tericeira Divisão.


1967 (facebook)
Participou da fundação da Liga Portofelicense de Futebol no ano de 1955, tendo conquistado oitenta por cento dos campeonatos realizados até a presente data, sagrando-se por duas vezes Bi-Campeã invicta.
Além de fundadora da Segunda e Terceira Divisão de Profissionais e Liga Portofelicense de Futebol, a Portofelicense participou de todos os campeonatos oficiais da Federação Paulista de Futebol Amador, Amador do Estado, Liga Portofelicense de Futebol, Campeonato Paulista de Basquetebol Feminino, quando teve oportunidade de enfrentar Paula, Branca, Marta e outras jogadoras que posteriormente se projetaram no cenário brasileiro, participou por inúmeras vezes da Corrida Internacional de São Silvestre, e constantemente representava Porto Feliz em torneios intermunicipais.


Jogadores entrando em campo com a bandeira de Porto Feliz (facebook)
No ano de 1978, participando do campeonato brasileiro de futebol amador promovido pelo jornal A Gazeta Esportiva, Companhia de Cigarros Souza Cruz e Federação Paulista de Futebol, sagrou-se Campeã Nacional da Copa Arizona de Futebol Amador, feito esse que projetou não só o clube como também a cidade de Porto Feliz no cenário esportivo brasileiro, oportunidade em que enfrentou grandes clubes amadores do Brasil, vencendo com fortes equipes dos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Norte e Piauí.
O Portofelicense possui os títulos: Campeão amador municipal em 1943, 1946, 1955, 1956, 1957, 1958, 1960, 1962, 1968, 1969, 1971, 1973, 1974, 1976, 1981, 1992, 1998 e 2012 e Copa Arizona 1978.

Atualidade

Para a surpresa de muitos: O Portofelicense ainda existe, e como vários clubes pelo interior: O time segue ativo em diversas categorias: fraldinha; pré-mirim; mirim; infantil; aspirante; amador; máster; cinquentão. A respeito do profissional, o clube não tem interesse em voltar para o profissional. O time tem dinheiro vindo do incentivo do esporte, mas não demonstra vontade em retornar. Ao menos fica uma boa notícia de mais um clube das antigas, que era comum ver nas divisões de base, ainda ativo nos dias de hoje.

Um comentário: